segunda-feira, 15 de abril de 2019

16 de abril. Dia Mundial da Voz

Texto de Amanda Pontual

Postado originalmente em www.acordesrecife.com
Abril, 2016
Texto revisado em abril, 2019

A data 16 de abril é comemorada como o Dia Mundial da Voz. A iniciativa começou no Brasil, em 1999, realizada por fonoaudiólogos, professores de canto, médicos otorrinolaringologistas e especialistas em problemas da voz, pertencentes a Sociedade Brasileira de Laringologia e Voz, presidida pelo Dr Nedio Steffen. Inicialmente chamado de Dia Nacional da Voz, a data serviria para alertar para os cuidados com a voz, patologias e tratamentos. Outros países, como Portugal e Argentina, seguiram o exemplo do Brasil, transformando a data em Dia Internacional da Voz. 
No ano de 2002, os Estados Unidos, por meio da Academia Americana de Otorrinolaringologia - Cirurgia de Cabeça e Pescoço (American Academy of Otolaryngology - Head and Neck Surgery), reconheceu oficialmente a data, que passou a ser chamada de Dia Mundial da Voz.

Para comemorar o Dia Mundial da Voz, preparamos um post recheado de informações sobre fisiologia da Voz e cuidados com a mesma.

Fisiologia Vocal

Chamamos de Aparelho Fonador ao sistema responsável pela produção, projeção e articulação dos sons falados e/ou cantados. O aparelho fonador é constituído por dois outros aparelhos: o aparelho respiratório e o aparelho digestivo.

Dentre os componentes do aparelho digestivo estão lábios, língua, dentes, palato e faringe. São responsáveis pela articulação, projeção, escoamento e ressonância dos sons produzidos.

Os componentes do aparelho respiratório são cavidades nasais, laringe, faringe, músculos abdominais e intercostais, pregas vocais, pulmões, diafragma e traqueia. Estes são responsáveis pela produção, ressonância, vibração e apoio do som.

Todos estes componentes possuem dupla função, uma biológica e uma fonatória. Exemplo: os pulmões tem função biológica de promover a troca gasosa que nos mantém vivos, enquanto na função fonatória, é o responsável pela produção da coluna de ar que irá fazer vibrar as pregas vocais, permitindo assim a produção do som.

"A fonação depende fundamentalmente da laringe, órgão situado na região mediana do pescoço e que se comunica superiormente com a faringe e inferiormente com a traqueia." TABITH JR, 1989.

Pregas Vocais

Antes chamadas de cordas vocais, as pregas vocais constituem-se em um tecido musculoso formado de duas pregas em formato de V e situado na laringe. A função das pregas é fonatória. O som que emitimos na fala ou no canto se origina da vibração sofrida pelas pregas durante a passagem do ar. No momento da inspiração, as pregas permanecem separadas, havendo a junção de ambas durante a emissão sonora.

As pregas vocais possuem cerca de 17 a 24 mm nos homens e 13 a 17 mm nas mulheres. "No ato da fonação as pregas vocais são aproximadas por ação dos músculos responsáveis por sua adução, os quais, comandados pelo cérebro, efetuam o fechamento do espaço que existe entre elas." BAÊ e PACHECO, 2006.

Isso significa que, durante a respiração, as pregas vocais permanecem abertas, enquanto na fonação, elas são aproximadas

O mal uso das pregas vocais pode acarretar fendas, que ocorrem quando há falha na adução das pregas vocais, ou nódulos. Os sinais de alerta são rouquidão por mais de 15 dias, falha na voz, pigarro, dor ou ardência, entre outros. Ao aparecerem estes sintomas, um otorrinolaringologista deve ser consultado. Os tratamentos podem ir da fonoterapia até a cirurgia, em casos extremos.

Atitudes que prejudicam a voz:

- Fumo: O cigarro é um dos principais vilões das doenças vocais. A fumaça provoca o ressecamento das pregas vocais, irritação da laringe e acúmulo de secreção nos pulmões e pregas vocais.

- Grito: Tanto o grito como o sussurro são atitudes pouco recomendáveis para a voz, pois causam um esforço desnecessário e agridem as pregas vocais.

- Competição sonora: Em ambientes muito barulhentos, o indivíduo acaba competindo com os outros sons para se fazer entender, o que causa um desgaste nas pregas vocais.

- Pigarrear: O ato de pigarrear é desaconselhável pois causa um atrito nas pregas vocais que podem causar lesões.

- Ar condicionado: Permanecer muito tempo exposto ao ar condicionado pode provocar o ressecamento das pregas vocais.


Cuidados com a Voz:

- Procure manter sempre o corpo hidratado. Deve-se beber no mínimo 8 copos de água por dia. Durante atividades que utilizem mais a voz, tais como aula de canto e palestras, deve-se beber pequenas quantidades de água durante vários períodos da atividade. Procurar beber líquidos em temperatura ambiente para evitar o choque térmico.

- Antes da atividade vocal, evite consumir alimentos derivados do leite e chocolates, pois os mesmos aumentam o nível de secreção nas pregas vocais.

- Evitar anestesiar a garganta por meio de bebidas alcoólicas ou pastilhas refrescantes antes de qualquer atividade vocal. Ao anestesiarmos o trato vocal, podemos cometer excessos sem que percebamos, o que pode provocar lesões nas pregas vocais.

- Evitar a ingestão de líquidos ou alimentos gelados ou quentes antes de qualquer atividade vocal para não causar choque térmico.

- Procurar ingerir alimentos ricos em fibra como, por exemplo, a maçã. Estes alimentos são importantes para a limpeza do trato vocal.

REFERÊNCIAS

BAÊ, Tutti e PACHECO, Cláudia. CANTO: Equilibrio entre corpo e som. Princípios da fisiologia vocal. São Paulo: Irmãos Vitale, 2006.

TABITH JR, Alfredo. FONIATRIA. São Paulo: Cortez editora, 1989.




http://www.infoescola.com/wp-content/uploads/2009/08/sistema-respiratorio.jpg

http://4.bp.blogspot.com/_-aVagsSU82E/TDNOkFyOYlI/AAAAAAAAAIk/Ha1ZxkL5o6k/s1600/Picture1.gif

http://www.centraldafonoaudiologia.com.br/bd_imagens/291201412550.jpg

http://www.minhavida.com.br/alimentacao/materias/4758-dia-mundial-da-voz-serve-como-sinal-de-alerta

terça-feira, 9 de abril de 2019

Fonoautógrafo de Édouard-Léon Scott


Édouard-Léon Scott foi um impressor, bibliotecário e vendedor de livros, nascido em 1817. Também inventor, Léon Scott foi o criador do primeiro aparelho a registrar uma gravação. O fonoautógrafo foi criado no ano de 1857, aproximadamente 20 anos antes do fonógrafo de Thomas Edison.


Planta do fonoautógrafo de 1857

Registro do fonoautófrafo de 1857

Réplica do fonoautógrafo de 1857


O aparelho criado por Léon Scott não serviria para reproduzir o som, mas criava uma imagem do que era gravado.

O fonoautógrafo foi remodelado em 1859 e passou a produzir uma imagem mais nítida e precisa do que seu antecessor. 


Planta do fonoautógrafo de 1859

Registro do fonoautógrafo de 1859

Réplica do fonoautógrafo de 1859

Em 9 de maio de 1860, Léon Scott realiza aquela que hoje é considerada a mais antiga gravação audível da voz humana. Supõe-se ser sua própria voz cantando "Au Claire de Lune". Historiadores conseguiram, no ano de 2008, reproduzir a gravação do fonoautógrafo de Léon Scott.



Referências:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Fonoaut%C3%B3grafo

https://pt.wikipedia.org/wiki/Leon_Scott

https://www.nps.gov/edis/learn/historyculture/origins-of-sound-recording-edouard-leon-scott-de-martinville.htm